BOM SABER

Como saber o grau da hemorroida?

Como saber o grau da hemorroida?

Quem tem hemorroida já deve ter se perguntado em que grau ela está.

Descobrir o grau de hemorroida pode parecer simples, mas nem sempre é assim. É preciso classificar a hemorroida para determinar o seu grau.

É importante entender que existem tipos diferentes de hemorroida, como a hemorroida interna e hemorroida externa. Muitas vezes a hemorroida externa pode ser confundida com uma hemorroida de grau 4, mas são quadros diferentes. A hemorroida externa vem de um tecido que já está na parte externa do ânus, enquanto isso, a hemorroida de grau 4 é uma hemorroida interna que saiu.

É a partir dessa definição de hemorroida interna que é feita a separação do grau de hemorroida, indo de 1 até 4.

O primeiro passo para definir o grau da hemorroida é saber que essa divisão é feita com uma hemorroida interna, mas não na hemorroida externa.

Hemorroida grau 1: é uma hemorroida interna e que permanece dentro do ânus. Esse tipo de hemorroida pode apresentar inchaço, sangramento e aumento de volume, mas não sofre com o prolapso.

Hemorroida grau 2: também é uma hemorroida interna, mas a diferença dela para a hemorroida grau 1 é que quando a pessoa faz força ela aumenta de volume e sai pelo ânus. Normalmente esse processo ocorre no momento da evacuação e, logo depois, o tecido retorna para dentro do ânus de maneira espontânea, sem que precise ser empurrado.

Hemorroida grau 3: é o tipo de hemorroida que, quando a pessoa faz força, sai pelo ânus e não volta espontaneamente para dentro do ânus. Dessa forma, é necessário que a pessoa empurre a hemorroida para dentro novamente. Mas atenção, esse processo de ser empurrado deve ser feito com delicadeza, já que o tecido é frágil.

Hemorroida grau 4: é o tipo de hemorroida que fica todo o tempo – ou a maior parte dele – para fora.

Hemorroida interna precisa ficar para dentro?

Quando falamos das hemorroidas de grau 2 e 3 e em como elas precisam ser colocadas “de volta” estamos falando da melhor maneira de tratar o tecido. As hemorroidas são tecidos delicados e, sendo originárias da parte interna do ânus, precisam ficar no “lugar certo” para que a região não seja muito comprometida.

Sendo assim, quando a mucosa – que deveria estar na parte interna do ânus – passa a ficar exposta, ela é constantemente agredida pelo atrito com as roupas e as mudanças de temperatura. Dessa forma, o risco de sangramento, inflamação e o desenvolvimento de trombose aumenta. Por isso, o ideal é que o tecido permaneça na parte de dentro do ânus.

Bem, apesar de parecer fácil identificar o grau de hemorroida, sempre consulte com um profissional, afinal, alguns sintomas são parecidos e somente um médico pode avaliar o caso de maneira correta.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Abrir chat
Precisa de ajuda?
Olá, podemos te ajudar?